Caps Gutemberg Botelho realiza ‘Fashion Day’ com participação de usuárias

0
110

D R T .R J . 15855. Ivomar Gomes Pereira.

O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Gutemberg Botelho realizou nesta quarta-feira (22) o ‘Fashion Day’, evento que envolve moda e maquiagem com a participação das usuárias. A atividade integra a programação alusiva ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado em 18 de maio.

De acordo a diretora do Caps Gutemberg Botelho, Sandra Carvalho, a ação tem o objetivo de trabalhar a socialização e autoestima das usuárias. “É uma atividade que, além de comemorativa, é socioterápica pois se trata de um processo terapêutico muito vivo e produtivo do ponto de vista dos resultados positivos, como a elevação da autoestima”, afirmou.

Durante o evento, as usuárias participantes desfilaram com roupas doadas por profissionais do Centro e que fazem parte de um brechó. As vendas são revertidas para o serviço. A ação conta com o trabalho de uma equipe multiprofissional formada por psiquiatra, psicólogo, assistente social, farmacêutico, técnico em enfermagem, oficineiro e arte – educador.

“Muitas usuárias chegam aqui com a autoestima afetada, então eu comecei a pensar em processos e dinâmicas para mudar isso. Então, no dia a dia, comecei a trazer um batom, um colar, uma flor para que isso iniciasse um exercício de elevação de autoestima. Elas começaram a mudar e ter uma vida diferente lá fora, resultando que hoje conseguimos montar nosso primeiro Fashion Day”, explicou Robinson Cambiazo, arte – educador e responsável pela montagem do evento.

D R T .R J . 15855. Ivomar Gomes Pereira.

D R T .R J . 15855. Ivomar Gomes Pereira.

Fernanda da Silva, 59 anos, foi uma das modelos do evento. Ela frequenta o Caps há quatro anos e disse que se sente mais alegre quando participa de atividades com esta. “Gosto muito das oficinas de música e teatro, assim como é muito bom sentir que estou num desfile de moda, me sentindo mais bonita. Isso tira muita coisa boa de dentro de mim”, disse.

Luta Antimanicomial – A data marca as mobilizações em torno do fechamento de manicômios e a formalização de novas legislações, a implantação da rede de saúde mental e atenção psicossocial e da instauração de novas práticas em um importante movimento de Reforma Psiquiátrica Brasileira, uma referência internacional.

Todos os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) estão realizando atividades diferenciadas voltadas aos usuários dos serviços. A programação inclui rodas de diálogo, oficinas, exposições, atividades de educação física e práticas complementares, avaliação terapêutica, além de atividades recreativas para as crianças atendidas pelos serviços.

Caps – Os Caps são serviços que atendem a pessoas com grave sofrimento psíquico ou o uso abusivo de álcool e outras drogas, buscando tratar as crises para que elas possam recuperar a autonomia e voltarem às suas atividades cotidianas. Nos Caps, os usuários não ficam internados e voltam para casa todos os dias.

No Caps Gutemberg Botelho são atendidos pacientes adultos com transtornos mentais graves e persistentes. Para ter acesso ao atendimento, a família ou o próprio paciente pode procurar diretamente o serviço ou ser encaminhado por alguma Unidade de Saúde da Família (USF).

No centro, os pacientes recebem acompanhamento médico e psicológico, além de participar de oficinas, grupos terapêuticos, atividades esportivas e culturais que propiciam a integração em um ambiente social e cultural junto às famílias. O Caps Gutemberg Botelho está localizado na Avenida Minas Gerais, nº 409, no Bairro dos Estados. O serviço funciona 24 horas e o telefone de contato é: 3211-6700.