CALVÁRIO: Ricardo Coutinho e mais 16 nomes tem prisão preventiva decretada pela justiça

0
200

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), a deputada estadual Estela Bezerra (PSB), a prefeita de Conde, Márcia Lucena (PSB), os ex-secretários Waldson Dias e Gilberto Carneiro e outros nomes são alvos de mandados de busca e apreensão, e prisão preventiva na 7ª fase da Operação Calvário nesta terça-feira (17).

O ex-governador não está no país, mas o nome já foi colocado na lista da Interpol para que ele seja preso, mesmo em outro país. Vinte sete pedidos de prisão foram apresentados pelo Ministério Público à Justiça, mas apenas 17 foram deferidos.

Confira a lista dos nomes que tiveram o mandato de prisão decretada:

A deputada estadual Estela Bezerra; a prefeita de Conde, Márcia Lucena; o ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro; a ex-secretária da Saúde do Estado, Claudia Veras; o ex-secretário de Planejamento, Waldson de Souza; Coriolano Coutinho, irmão de Ricardo Coutinho; Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas; José Arthur Viana Teixeira; Benny Pereira de Lima; Breno Dornelles Pahim Neto; Francisco das Chagas Ferreira; Denise Krummenauer Pahim; David Clemente Monteiro Correia; Márcio Nogueira Vignoli; Valdemar Ábila, Vladimir dos Santos Neiva; e Hilário Ananias Queiroz Nogueira.

As investigações apuram o desvio de R$134,2 milhões em recursos públicos, dos quais mais de R$120 milhões teriam sido destinados a agentes políticos e às Campanhas de 2010, 2014 e 2018.

Esta fase busca combater uma organização criminosa atuante em desvio de verbas destinadas aos serviços de saúde da Paraíba, por meio de fraudes em procedimentos licitatórios e em concurso público, corrupção e financiamento de campanhas de agente político.

Policiais federais estiveram no Palácio da Redenção, em prédios empresariais e condomínios da capital.