Caixa libera saques do FGTS 2021 de até R$ 2.900; Saiba quem recebe

0
208

A Caixa Econômica Federal iniciou os pagamentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS 2021) na modalidade saque-aniversário. Ao optar por esse modelo, o trabalhador consegue retirar uma parte do saldo das suas contas do FGTS ano após ano.

A migração do saque-rescisão para o saque-aniversário, que é opcional e deve ser informada à Caixa, possui pontos positivos e negativos. A vantagem é que o trabalhador tem à disposição dinheiro extra durante a crise econômica causada pela pandemia. A parte ruim é que ao escolher pelo saque-aniversário perde-se a possibilidade de resgatar o valor integral do fundo em caso de demissão.

Neste último caso, mantém-se apenas o repasse da multa rescisória de 40% sobre o valor depositado pelo empregador em caso de desligamento sem justa causa. Apenas em casos de compra da casa própria, aposentadoria ou doença grave, o saque integral do FGTS é permitido, mesmo sob as condições do saque-aniversário.

Quem pode sacar o saque-aniversário?

O saque-aniversário fica disponível por três meses, contados a partir do primeiro dia útil do mês de aniversário do trabalhador. Nascidos em maio, por exemplo, podem sacar desde já até o dia 30 de julho (último dia útil do mês).

Veja o calendário do saque aniversário FGTS 2021 completo abaixo:

Mês do aniversário Início do saque Fim do saque Janeiro 4 de janeiro de 2021 31 de março de 2021 Fevereiro 1º de fevereiro de 2021 30 de abril de 2021 Março 1º de março de 2021 31 de maio de 2021 Abril 1º de abril de 2021 30 de junho de 2021 Maio 3 de maio de 2021 30 de julho de 2021 Junho 1º de junho de 2021 31 de agosto de 2021 Julho 1º de julho de 2021 30 de setembro de 2021 Agosto 2 de agosto de 2021 31 de outubro de 2021 Setembro 1º de setembro de 2021 30 de novembro de 2021 Outubro 1º de outubro de 2021 31 de dezembro de 2021 Novembro 1º de novembro de 2021 31 de janeiro de 2022 Dezembro 1º de dezembro de 2021 28 de fevereiro de 2022

Fonte: Caixa Econômica Federal

O prazo para aderir ao saque-aniversário e garantir parte do saldo depositado ainda em 2021 acaba sempre no último dia do mês de nascimento do beneficiário. Ou seja, quem nasceu em maio pode fazer a adesão até 31 de maio. Nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril também podem optar modalidade. No entanto, os saques só começarão a valer em 2022.

Outro ponto importante que merece destaque diz respeito ao prazo mínimo de permanência na modalidade de saque-aniversário. O beneficiário terá de esperar 24 meses para retornar ao modelo rescisão, que permite sacar o saldo integral do fundo em caso de demissão.

Quanto é possível receber pelo saque-aniversário?

O valor liberado todos os anos para o trabalhador que optar pelo saque-aniversário varia conforme o saldo somado de suas contas no fundo (no caso de quem tiver mais de uma). Ao todo, existem sete faixas de pagamento.

Confira a tabela a seguir:

Valor do saldo (em R$) % do saldo que pode ser sacado Parcela adicional fixa Saque total no piso da faixa Saque total no topo da faixa Até R$ 500 50% 0 —– R$ 250 De R$ 500,01 a R$ 1.000 40% R$ 50 R$ 250 R$ 450 De R$ 1.000,01 a R$ 5.000 30% R$ 150 R$ 450 R$ 1.650 De R$ 5.000,01 a R$ 10.000 20% R$ 650 R$ 1.650 R$ 2.650 De R$ 10.000,01 a R$ 15.000 15% R$ 1.150 R$ 2.650 R$ 3.400 De R$ 15.000,01 a R$ 20.000 10% R$ 1.900 R$ 3.400 R$ 3.900 Acima de R$ 20.000,01 5% R$ 2.900 R$ 3.900 Ilimitado

Trabalhadores com quantias acima de R$ 500 acrescenta-se uma parcela adicional fixa, que é somada ao percentual do fundo. Em alguns casos, ela pode atingir o R$ 2,9 mil. Interessados em aderir ao saque-aniversário podem acessar o aplicativo do FGTS ou acessar o site da Caixa.

Leia ainda: Saque FGTS emergencial: Será liberado este ano? Já tem data para começar?