Caixa libera parcelas de R$ 600 e R$ 300 para novos grupos. Veja todas as datas

0
188

Nesta quarta-feira, 28, a Caixa Econômica Federal deposita uma nova parcela do auxílio emergencial que pode ser no valor de R$ 600 ou de R$ 300 do auxílio residual. Cada beneficiário recebe de acordo com quando teve seu cadastro aprovado.

Os pagamentos de hoje da parcela de R$ 600 ou R$ 300 são destinados aos nascidos em outubro que não estão inscritos no Bolsa Família. Os cadastrados neste programa social vão receber a segunda parcela de de R$ 300. Veja qual é o critério para receber cada um deles:

Depósito para nascidos em outubro – ciclo 3

Recebem os nascidos em outubro que se inscrevam pelo site ou aplicativo da Caixa, com ajuda dos Correios ou que fazem parte do CadÚnico.

  • Quem começou a receber o auxílio entre maio e julho vai receber hoje uma das cinco primeiras parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200 para mulheres chefes de família.
  • Quem começou a receber em abril a primeira parcela do auxílio deve receber agora sexta parcela que já é no valor de R$ 300 ou R$ 600 para mulheres chefes de família.
  • Também há um grupo que foi aprovado após contestar entre os dias 20 de julho e 25 de agosto e receberão agora a primeira parcela de R$ 600.

Veja abaixo o calendário do ciclo 3:

Mês de aniversário

Depósito

Saques e Transferências Janeiro 30/set 7/nov Fevereiro 5/out 7/nov Março 7/out 14/nov Abril 9/out 21/nov Maio 11/out 21/nov Junho 14/out 24/nov Julho 16/out 26/nov Agosto 21/out 28/nov Setembro 25/out 28/nov Outubro 28/out 1º/dez Novembro 29/out 5/dez Dezembro 1º/nov 5/dez

O recurso depositado nesta quarta, 28,  por enquanto, fica disponível somente para transações digitais no aplicativo Caixa Tem. Saques e transferências serão liberados apenas em 1º de dezembro, conforme o calendário.

Saques de R$ 300 para o Bolsa Família

Já os incritos no Bolsa Família que possuem final 8 no Número de Identificação Social (NIS) podem sacar a segunda parcela do auxílio residual de R$ 300. Essas pessoas podem sacar o dinheiro usando o cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Veja também: Auxílio emergencial negado? Prazo para contestar termina em 2 de novembro