Caixa começa a pagar seguro-desemprego pela poupança digital nesta terça-feira, 20

0
72

A partir desta terça-feira, 20, o Governo Federal vai depositar o seguro-desemprego na poupança social digital aberta automaticamente em nome dos trabalhadores que não possuem conta na Caixa Econômica Federal, nem indicaram outra conta bancária para receber o benefício. A medida visa facilitar os pagamentos do auxílio, sobretudo após o agravamento da pandemia no país.

O pagamento digital do benefício é mais uma opção para quem tem direito ao seguro-desemprego. Assim, todas as opções de acesso ao auxílio disponíveis anteriormente continuam valendo, ou seja, depósito em contas da Caixa ou outras instituições financeiras, além de saque em espécie nos caixas eletrônicos e casas lotéricas.

A poupança digital é gratuita e está disponível para maiores de 18 anos com CPF em situação regular na Receita Federal. Não é necessário comparecer à uma agência ou apresentar documentos para abrir a conta. Os beneficiários poderão movimentar o seguro-desemprego por meio do aplicativo Caixa Tem.

No app, o trabalhador poderá pagar contas e boletos, transferir valores para outras contas bancárias ou mesmo gerar tokens (“senhas”) para sacar o benefício. Vale destacar que a poupança digital não tem tarifas de manutenção, e o limite de movimentação é de R$ 5 mil por mês.

Sobre o seguro-desemprego

O seguro-desemprego é o benefício pago aos trabalhadores formais em caso de demissão sem justa causa. O valor do auxílio é calculado a partir da média dos três últimos salários, e não pode ser inferior ao salário mínimo vigente, que neste ano é de R$ 1.100. Ao todo, são pagas de três a cinco parcelas, sendo que o valor de cada uma não pode passar de R$ 1.911,84.

Quem trabalha com carteira assinada pode fazer o pedido do benefício entre o sétimo e o 120º dia após a data da demissão. No caso de empregados domésticos, o prazo para solicitar o seguro-desemprego vai do sétimo ao 90º dia, também contados a partir da data da demissão.

Como solicitar o seguro-desemprego?

Para solicitar o seguro-desemprego, basta acessar o site empregabrasil.mte.gov.br e se cadastrar, informando dados pessoais como nome completo, CPF, data de nascimento, estado de nascimento e nome da mãe.

Em seguida, o trabalhador deverá preencher um questionário com cinco perguntas, sendo que é necessário acertar pelo menos quatro delas. Neste caso, será enviada uma senha provisória para o primeiro acesso, e em seguida será possível trocá-la pela senha definitiva. Quem não acertar o número mínimo de questões deverá aguardar 24 horas para fazer uma nova tentativa pelo site, ou ligar para a Central 135 do INSS.

Ao concluir o cadastro, o trabalhador poderá acessar aos serviços disponíveis na plataforma, entre eles “Solicitar Seguro-Desemprego”. Em seguida, é preciso agendar um horário de atendimento presencial para concluir a solicitação. Se aprovado, o auxílio será liberado em cerca de 30 dias.

A solicitação do seguro-desemprego também pode ser feita pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS, ou presencialmente, nas unidades das Superintendências Regionais do Trabalho. Neste caso, o atendimento deve ser agendado por telefone, na Central 158.

Leia também: Aplicativo Caixa Trabalhador: Saiba como consultar o PIS/Pasep e seguro desemprego