Brigada Sanitária visitou 227 casas e abordou 418 pessoas nesta quinta-feira

0
21

As equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) visitaram 227 casas e abordaram 418 residentes, nesta quinta-feira (30), durante a Brigada Sanitária da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), no Valentina Figueiredo. Do total de pessoas abordadas, apenas quatro apresentaram sintomas de síndromes gripais, mas não houve necessidade de encaminhar nenhuma delas a uma unidade de saúde da família (USF). Ainda na ação desta quinta-feira (30), foram identificadas 88 pessoas com comorbidades.

A Brigada Sanitária acontece de forma educativa para diagnóstico e tratamento de pessoas com sintomas de síndromes gripais, a exemplo da covid-19, e para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. As equipes estão visitando as localidades da cidade que apresentam números elevados de casos de covid-19 e baixos índices de isolamento social.

“Já estamos há alguns dias visitando as residências no Valentina e também no Bairro das Indústrias e Mangabeira, pois são bairros grandes e com muitos casos de covid-19. Por isso, estamos reforçando as orientações necessárias casa a casa e também investigando se há outros casos de covid-19, arboviroses ou pessoas com comorbidades”, ressaltou Tânia Cunha, diretora de Atenção à Saúde da SMS.

A ação conta com a participação de aproximadamente 80 profissionais, entre agentes de endemias da Vigilância Ambiental e Zoonoses, agentes comunitários de saúde e profissionais da Atenção Básica, divididos em equipes para visitar as casas. Durante cada visita, para monitoramento, avaliação e diagnóstico, são aplicados questionários a fim de identificar pessoas com sintomas gripais ou comorbidades, como hipertensão, diabetes, obesidade ou problemas cardíacos.

Assistência – As pessoas identificadas com alguma comorbidade passarão a ser monitoradas. As que apresentam sintomas gripais ou algum agravo, como dispneia (falta de ar), serão encaminhadas para a Unidade de Saúde da Família (USF) de referência para consulta, prescrição de medicamentos, se necessário, e para fazer o teste do novo coronavírus, conforme protocolo.