Bailarina de 10 anos representa a PB em competição internacional

0
66

A bailarina paraibana Maria Clara Nascimento Sousa, de 10 anos, é natural de Campina Grande e representou a Paraíba na categoria de dança clássica do 27º Passo de Arte Grand Prix, que ocorreu de 5 a 15 de julho deste ano, em Indaiatuba, no interior de São Paulo. Na competição internacional de dança, participaram bailarinos de diversos países. No balé, Maria Clara foi a única nordestina a competir.

A menina está cursando balé há cerca de um ano. Ela foi selecionada para participar do concurso internacional após ganhar em primeiro lugar no Festival de Arte e Criatividade voltado ao público infantil (Faczinho), em Campina Grande. A competição foi a primeira entre muitas que Maria ainda pretende ganhar. O evento paraibano reuniu competidores de 5 a 14 anos e aconteceu entre 24 a 26 de maio.

Conforme o pai de Maria Clara, o radialista Carlos Sousa, de 47 anos, a filha teve pontuação para se classificar na fase final do Gran Prix Internacional de Ballet. Segundo ele, os jurados conversaram com a mãe dela e explicaram que a menina seria premiada com uma bolsa para estudar em uma escola no estado do Texas, nos Estados Unidos. Como ela tem apenas 10 anos, a ideia não foi acatada pela família.

“Se dependesse de mim, ela não faria balé, eu até tentei tirá-la do curso porque além de ser caro, não é muito daqui da nossa região, mas ela gosta e quer, então a gente acaba tendo que incentivar. Não tem jeito. A viagem foi uma luta, a gente tentou o apoio da prefeitura e infelizmente não conseguiu, tivemos que pedir ajuda de amigos para custear, foi uma despesa grande, foram 10 dias em São Paulo,” contou Carlos.

Maria clara contou que concorreu na primeira fase do Grand Prix e que, apesar de não ter ido para a segunda, foi um momento de muito aprendizado. “Uma experiência maravilhosa, pois aprendi muitas coisas lá e vou trazer muitos aprendizados para Campina. Eu estudo no quinto ano e sei que quero continuar fazendo balé, porque é uma coisa que eu escolhi e que amo muito fazer. A dança me acalma e me inspira, me deixa muito feliz”, afirmou.

O Grand Prix

A competição internacional Passo de Arte Grand Prix tem apoio público e visa dar incentivo à educação. A programação do evento também premia os participantes com cursos profissionais de dança no Brasil e outros países. A comissão julgadora é composta por especialistas e profissionais do meio, para avaliar oito modalidades de dança, divididas em duos, conjuntos, trios e solos.

Veja um vídeo da participação de Maria Clara no evento: 

Portal Correio