Azevêdo não definiu substituto de Luís Tôrres na pasta da Comunicação

0
58
Azevêdo não definiu substituto de Luís Tôrres na pasta da Comunicação
Azevêdo não definiu substituto de Luís Tôrres na pasta da Comunicação

O jornalista Luís Tôrres oficializou seu pedido de exoneração da secretaria de Comunicação Social do governo do Estado, alegando ter cumprido sua missão e pretender voltar ao “batente” depois de seis anos atuando no serviço público. Logo após a confirmação do pedido de exoneração, o governador João Azevêdo (PSB) disse que não tem pressa para escolher e nomear o novo titular da Pasta. Nos bastidores, nas últimas horas, eram cogitados para a vaga os nomes dos jornalistas Nonato Bandeira, que já a ocupou, e Naná Garcez, que atualmente preside a Empresa Paraibana de Notícias, que congrega o jornal oficial “A União” e a emissora oficial rádio Tabajara.

Natural de São Luís, no Maranhão, nascido em janeiro de 1979, Luís Tôrres registra uma intensa passagem pelos meios de comunicação da Paraíba, do jornal ao rádio e TV. Ele se investiu na secretaria de Comunicação do Estado no final de 2013, começo de 2014, em substituição à jornalista e atual deputada estadual Estelizabel Bezerra, do PSB, e teve como adjunto o radialista Célio Alves, posteriormente passando a contar com outras figuras de destaque na mídia paraibana. O ex-secretário explicou que, de certa forma, está cansado com a rotina da Secom e que cogita voltar a atuar no mercado de trabalho jornalístico. Mas fez questão de deixar claro que se sentiu profundamente honrado e gratificado com a sua passagem pela Comunicação oficial. Descartou qualquer divergência com o governador João Azevêdo, que sucede a Ricardo Coutinho e manifestou a crença de que contribuiu, proativamente, para os projetos da administração pública, agindo com correção e transparência no repasse de informações à opinião pública.

Formado em Comunicação Social pela Universidade Estadual da Paraíba, Luís Tôrres atua no jornalismo profissional desde o ano 2000. Começou como editor da extinta revista “O Forte”, com atuação na cidade de Cabedelo, um projeto do casal jornalista Alarico Correia Neto e Ana Maia. Foi responsável pela coordenação jornalística de dois portais noticiosos – o Clickpb e o PB Agora, atuou na TV Master, TV Cabo Branco, Sistema Arapuan de Comunicação, TV O Norte e foi subeditor de Política do “Jornal da Paraíba”. À frente da Comunicação no governo de Ricardo Coutinho, Luís Tôrres introduziu inovações no marketing oficial, focadas na ampla publicização dos atos e das realizações administrativas, dentro da filosofia de possibilitar o máximo acesso de informes por parte do público receptor. Ele procurou valorizar, também, meios de comunicação do interior do Estado. Deixa o governo de João Azevêdo com expressivo índice de aprovação da administração. Dono de um dos mais acessados blogs na internet, hospedado em portais de referência no Nordeste, Luís Tôrres diz ter a consciência tranquila de que procurou fazer o melhor à frente da Secom.

Deixe uma resposta