Auxílio Emergencial 2021: Veja o calendário completo de saques e pagamentos

0
247

A Caixa Econômica Federal começará ainda neste mês os repasses da 4ª parcela do auxílio emergencial. Inscritos no Programa Bolsa Família terão acesso aos recursos a partir do dia 19 de julho, enquanto os beneficiários em geral receberão a partir do dia 23 de julho.

  • Novo corte do Governo retira mais de 2 milhões de benefícios do auxílio emergencial

Porém, de acordo com o presidente da estatal, Pedro Guimarães, assim como aconteceu nos pagamentos anteriores, a próxima rodada também deve ser antecipada. “É muito claro que anteciparemos também o quarto ciclo, mas vamos fazer isso daqui a algumas semanas, mantendo a mesma otimização”, explicou o executivo.

Atualmente, a Caixa libera os saques e transferências da 3ª parcela. O cronograma desta parcela termina no dia 19 de julho, quando os nascidos em dezembro poderão movimentar o dinheiro depositados nas contas de forma mais ampla.

Observe abaixo as datas de repasse do benefício:

Calendário de depósito da 4ª parcela –  Público Geral

Nascidos em: Depósitos Janeiro 23 de julho Fevereiro 25 de julho Março 28 de julho Abril 1º de agosto Maio 3 de agosto Junho 5 de agosto Julho 8 de agosto Agosto 11 de agosto Setembro 15 de agosto Outubro 18 de agosto Novembro 20 de agosto Dezembro 22 de agosto

Fonte: Caixa Econômica Federal

Calendário de depósito da 4ª parcela –  Bolsa Família

Inscritos NIS 4ª parcela NIS de final 1 19 de julho NIS de final 2 20 de julho NIS de final 3 21 de julho NIS de final 4 22 de julho NIS de final 5 23 de julho NIS de final 6 26 de julho NIS de final 7 27 de julho NIS de final 8 28 de julho NIS de final 9 29 de julho NIS de final 0 30 de julho

Fonte: Caixa Econômica Federal

Calendário de saques do auxílio emergencial

Nascidos em: 3ª parcela 4ª parcela Janeiro 1 de julho 13 de agosto Fevereiro 2 de julho 17 de agosto Março 5 de julho 19 de agosto Abril 6 de julho 23 de agosto Maio 8 de julho 25 de agosto Junho 9 de julho 27 de agosto Julho 12 de julho 30 de agosto Agosto 13 de julho 1º de setembro Setembro 14 de julho 3 de setembro Outubro 15 de julho 6 de setembro Novembro 16 de julho 8 de setembro Dezembro 19 de julho 10 de setembro

Fonte: Caixa Econômica Federal