Auxílio emergencial 2021: Mais 11 lotes serão liberados em abril; Confira as datas

0
240

Nesta terça-feira, 06, a Caixa Econômica Federal começou a pagar a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. Os contemplados foram os trabalhadores nascidos no mês de janeiro, que já podem movimentar o benefício por meio do aplicativo Caixa Tem.

Mais 11 lotes de pagamentos serão liberados ainda neste mês. Inicialmente, o valor é depositado na conta poupança social digital e depois de algumas semanas, é possível fazer o saque em espécie ou transferir o dinheiro para outra conta bancária.

Confira a seguir as datas de pagamento do auxílio emergencial em abril:

  • 06 de abril: Nascidos em janeiro (Liberado)
  • 09 de abril: Nascidos em fevereiro
  • 11 de abril: Nascidos em março
  • 13 de abril: Nascidos em abril
  • 15 de abril: Nascidos em maio
  • 18 de abril: Nascidos em junho
  • 20 de abril: Nascidos em julho
  • 22 de abril: Nascidos em agosto
  • 25 de abril: Nascidos em setembro
  • 27 de abril: Nascidos em outubro
  • 29 de abril: Nascidos em novembro
  • 30 de abril: Nascidos em dezembro

Já o calendário de saques e transferências da primeira parcela do auxílio terá início em 04 de maio, e segue até 04 de junho. No caso de pessoas que recebem o Bolsa Família, os pagamentos serão realizados da mesma forma que o benefício regular, nos últimos 10 dias úteis de cada mês. Assim, os depósitos da primeira parcelas serão realizados entre os dias 16 e 30 de abril.

Sobre o novo auxílio emergencial

Em 2021, o Governo Federal vai pagar mais quatro parcelas do auxílio emergencial, com novos valores que podem variar de acordo com a composição familiar. Entenda:

  • Pessoas que moram sozinhas (Família unipessoal) recebem R$ 150 por parcela;
  • Famílias com dois ou mais integrantes recebem R$ 250 por parcela;
  • Famílias chefiadas por mulheres (Famílias monoparentais femininas que possuem pelo menos uma criança ou adolescente) recebem R$ 375.

Para saber se tem direito aos pagamentos, basta fazer a consulta do auxílio emergencial 2021 no site da Dataprev, Caixa ou Ministério da Cidadania. O beneficiário deverá informar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento para verificar se continua elegível para receber o auxílio. Vale destacar que o programa não receberá novas inscrições neste ano.

Leia também: Como transferir o auxílio emergencial para outra conta? Veja o passo a passo