Auxílio emergencial 2021: 3 pagamentos de R$ 300 e R$ 600 são liberados nesta semana

0
93

A Caixa Econômica Federal libera nesta segunda-feira, 11, mais uma rodada de saques e transferências do auxílio emergencial. Desta vez, recebem as últimas parcelas os aniversariantes do mês de maio que não fazem parte do programa Bolsa Família.

Inicialmente, os beneficiários deste grupo já haviam sido contemplados com os últimos depósitos via aplicativo Caixa Tem em 29 de novembro e 17 de dezembro. Além destes, mais liberações acontecem ainda nesta semana para quem aguarda a retirada em espécie dos ciclos 5 e 6, respectivamente, 8ª e 9ª parcelas.

Confira:

  • 13 de janeiro (quarta-feira) – nascidos em junho;
  • 15 de janeiro (sexta-feira) – nascidos em julho.

Lembrando que o calendário é divido em duas etapas. Na primeira, o dinheiro foi depositado via poupança social digital, ficando disponível apenas para pagamentos e transações no aplicativo Caixa Tem. Na segunda é que são liberados saques e transferências.

Calendário de pagamento auxílio emergencial – Ciclos 5 e 6

Veja a seguir o cronograma completo com as datas de liberação, saques e transferências das últimas parcelas do auxílio emergencial, que possuem dias iguais para os dois ciclos. Observe:

Mês de aniversário Depósito ciclo 5 Depósito ciclo 6 Saques Janeiro 22/nov 13/dez 19/dez Fevereiro 23/nov 13/dez 19/dez Março 25/nov 14/dez 4/jan Abril 27/nov 16/dez 6/jan Maio 29/nov 17/dez 11/jan Junho 30/nov 18/dez 13/jan Julho 2/dez 20/dez 15/jan Agosto 4/dez 20/dez 18/jan Setembro 6/dez 21/dez 20/jan Outubro 9/dez 23/dez 22/jan Novembro 11/dez 28/dez 25/jan Dezembro 12/dez 29/dez 27/jan

Fonte: Diário Oficial da União

Assistidos pelo Bolsa Família já receberam todas as parcelas

O pagamento da última parcela do auxílio emergencial para quem é beneficiário do Bolsa Família aconteceu entre os dias 10 e 23 de dezembro de 2020. O grupo, diferentemente do público em geral, podia sacar o dinheiro na data do depósito. Apenas a 9ª parcela foi depositada em conta poupança digital via aplicativo Caixa Tem.

Neste caso, os recursos podem ainda ser resgatados por meio do cartão do programa, cartão Cidadão, ou gerando um código virtual pelo aplicativo Caixa Tem. Sem prorrogação do benefício, os beneficiários voltam a receber apenas o valor pago pelo Bolsa Família, que começa a partir de 18 de janeiro.

Leia ainda: Senadores cobram Bolsonaro após fim do auxílio emergencial