Auxílio de R$ 600: Liberadas todas as parcelas pendentes para quem não recebeu

0
2011

Para quem fez o cadastro no auxílio emergencial após muito tempo do começo do programa, ou que foi aprovado recentemente, o governo federal está liberando aos poucos todas as parcelas não recebidas no valor de R$ 600. Ao todo, são cinco parcelas que estão sendo pagas de acordo com quatro ciclos.

No momento, é feita a distribuição do dinheiro para o ciclo 2. Esses pagamentos não valem para os beneficiários do Bolsa Família, mas para quem se inscreveu pelo aplicativo, pelo site, nos Correios, ou que já estava no Cadastro Único mas não é beneficiário do programa assistencial.

A Caixa Econômica Federal chama de ciclo cada calendário em que os beneficiários do auxílio emergencial (exceto os do Bolsa Família) recebem pelo menos uma parcela, independente de qual seja ela.

Esses cronogramas seguem a ordem do mês de aniversário, começando com os aniversariantes de janeiro e terminando com os de dezembro. A cada ciclo há dois cronogramas, ambos consideram a data de nascimento do beneficiário.

Quem recebe os pagamentos pendentes nesta quinta,24?

Atualmente, está em andamento o ciclo 2 que abrange os nascidos em agosto. Nesta quinta-feira,24, podem resgatar os R$ 600 da poupança digital:

  • Primeira parcela: quem se cadastrou com ajuda de funcionários dos Correios entre 8 de junho e 2 de julho
  • Primeira parcela: quem foi aprovado depois de contestar o cadastro entre 3 de julho e 16 de agosto
  • Segunda parcela: quem teve o cadastro aprovado em julho
  • Segunda parcela: quem foi aprovado depois de contestar o cadastro entre 24 de abril e 19 de junho
  • Terceira parcela: quem começou a receber o auxílio entre o final de junho e o começo de julho
  • Quarta parcela: quem começou a receber o auxílio em maio
  • Quinta parcela: quem começou a receber o auxílio em abril

A partir desta quinta também está liberado o saque da 6ª parcela, com valor menor de R$ 300 para os inscritos no Bolsa Família que têm o Número de Identificação Social (NIS) terminado em 6.

Veja também: Auxílio de R$ 300: Mães chefes de família continuam recebendo em dobro?