Aumento do Bolsa Família está “praticamente acertado”, diz Bolsonaro

0
105

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou sobre a meta de ampliar o auxílio emergencial em entrevista para a “SIC TV”, de Rondônia. Na oportunidade, o chefe do Executivo afirmou que o reajuste do valor para R$ 300 está “praticamente acertado”. Atualmente, o benefício é de R$ 190 aos participantes do programa.

Na última quinta-feira, Bolsonaro chegou a comentar que estuda aumentar o valor do Bolsa Família e ampliar o número de beneficiários. O presidente brasileiro busca turbinar o benefício e atender cerca de 20 milhões de famílias ainda este ano.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

Além de ampliar o número de beneficiários (atualmente por volta de 14 milhões de famílias), o presidente da República também chegou a comentar que pretende aumentar o valor do benefício em quase 50%. A fala foi reforçada na entrevista para a emissora de TV, em Rondônia.

Ainda no final de 2020, a estimativa de aumento foi declarada na proposta de Lei Orçamentária enviada ao Legislativo. Ela previa um aumento de 18,22% no Bolsa Família. Dessa forma, o Governo passaria a investir R$ 34,8 bilhões no programa.

O valor anterior necessário para manter o pagamento dos benefícios era de R$ 29,4 bilhões. Em declarações do Ministério da Economia, a alta nos investimentos sociais se deve às complicações causadas pela pandemia no setor socioeconômico.

Aumento do Bolsa Família visa a reeleição em 2022

Bolsonaro era crítico do Bolsa Família, principalmente pelo fato do programa ter se popularizado na gestão do PT. Sua criação, entretanto, é anterior e tem como representante o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Os críticos e analistas políticos veem um apelo popular com vistas nas Eleições de 2022. Já foram feitas manobras parecidas feitas no passado utilizando o próprio Bolsa Família. Exemplos são a criação já próxima de um processo eleitoral.

Apoio e popularidade por meio de políticas sociais

Em 2020, o atual presidente da República conseguiu observar a melhora na avaliação de seu governo após criar o auxílio emergencial de R$ 300. Ele foi feito para diminuir os efeitos da pandemia no cenário econômico brasileiro. O auxílio foi repassado para 68,2 milhões de brasileiros.

Especula-se que Bolsonaro pretenda deixar sua marca no Bolsa Família em sua gestão, inclusive com renomeação para “Alimenta Brasil”.

Além disso, o “novo” Bolsa Família deverá se recombinar a outros auxílios pagos pelo Governo Federal. Exemplos são o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o auxílio-creche, para famílias que somam ganhos mensais de até R$ 600.

Ainda segundo informações do jornal citado, o Ministério da Cidadania quer que o programa passe a valer já em outubro de 2021 e trabalha com projeções que devem aumentar o valor atual do Bolsa Família, correspondente a R$ 250.

Leia também: Auxílio emergencial 2021: Confira o calendário de saques desta semana – 14 a 20 de junho