Atendimentos em UPAs dobram em Joâo Pessoa/PB e secretária vê “nova epidemia” de síndrome gripal H3N2.

João Pessoa/PB já tem pacientes esperando vagas em Unidade de Pronto Atendimento por causa tratamento de infecção causada pela síndrome gripal H3N2. A informação é da secretária de Saúde municipal, Margareth Diniz.

A secretária de saúde informou que as quatro UPAS municipais (Oceania, Bancários, Valentina e Cruz das Armas) estão completamente lotadas. Uma delas, que atendia em média 300 pacientes realizou 600 atendimentos.

Para a gestora da saúde, pela quantidade de casos, já pode se caracterizar como uma epidemia da nova cepa da influeza.

A partir desta segunda-feira (27) com o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, Margareth Diniz disse esperar a diluição dos atendimentos que têm se concentrado nas UPAS durante o fim de semana. Médicos de outros setores já foram remanejados para  agilizar atender a demanda.

“Os casos mais graves desde esta sexta-feira estão sendo acompanhados muito de perto”, alegou a secretária.

Margarete Diniz pede para a população continue fazendo uso das medidas sanitárias para evitar a infecção pela doença e outras como a Covid-19 e a H1N1. Entres elas, o uso de máscaras, distanciamento e higienização das mãos.

A vacina da gripe que protege contra a H1N1 não protege contra a nova variante.