Aspartame: saiba por que ele é um veneno para a saúde

O aspartame é um adoçante artificial utilizado desde 1965 em diversos alimentos para substituir o açúcar. Para a indústria, é um ótimo aditivo, já que adoça 200 vezes mais do que a sacarose e é menos denso.

Porém, desde a sua criação, os diversos testes realizados com o aspartame apontavam perigos para a saúde, então os cientistas questionavam-se porque a FDA (Agência Federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos) havia aprovado sua utilização.

Efeitos colaterais do aspartame

Há acusações de cientistas norte-americanos de que o aspartame realmente deveria ser proibido, pois ao ser testado em ratos de laboratório, danificou agressivamente o cérebro dos animais.

Mesmo aprovando a utilização do aspartame, a própria FDA emitiu um relatório listando 92 efeitos colaterais que podem ser causados pelo aditivo, entre eles estão:

  • Palpitações;
  • Sobrepeso;
  • Insônia;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Vertigem;
  • Dor de cabeça;
  • Perda de memória;
  • Irritabilidade;
  • Fadiga;
  • Dor nas articulações;
  • Erupções cutâneas;
  • Cegueira;
  • Convulsões;
  • Zumbido.

Todos estes sintomas estão associados a doenças como Alzheimer, Lúpus, Fibromialgia, Esclerose Múltipla, Diabetes, Linfoma, Retardo Mental, Parkinson e outras.

Tudo isso faz do aspartame uma substância realmente tóxica, cancerígena e considerada viciante, ou seja, deveria ser banida do consumo para qualquer ser vivo. Mas então, por que o aspartame ainda é utilizado?

Existem suspeitas de que a liberação do aspartame tenha sido feita por meio de um acordo entre o governo dos EUA na década de 80, quando o presidente atual era Ronald Regan. O comissário da FDA nomeado na época pelo presidente, havia forjado uma votação para que o produto fosse aprovado para uso.

A razão é simples, como para todos os produtos que utilizamos e que fazem mal para a vida e para o ecossistema do Planeta: é mais barato e, portanto, a indústria pode produzir e vender mais. Existe até um documentário sobre o assunto, chamado “Sweet Misery: A Poisoned World”, em inglês, mas que pode ser encontrado em versões legendadas.

Independentemente das acusações, o fato é que você tomar mais cuidado com o que escolhe nas prateleiras do supermercado. Leia os ingredientes das embalagens e observe se há aspartame na composição, garantindo que não levará este veneno para casa.

DICA PARA REDUZIR O AÇÚCAR NAS REFEIÇÕES

Uma alimentação com menos açúcar, especialmente o refinado e o presente nos carboidratos artificiais, como massas prontas, é muito importante para melhorar a renovação celular do seu organismo e manter sua saúde em dia.

Acostumar a viver sem açúcar é bem difícil, mas você pode fazer substituições e começar aos poucos. Veja como é ficar 30 dias sem açúcar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *