Apps de rastreio de contágio da COVID-19 são as mais populares do momento

0
10
Apps de rastreio de contágio da COVID 19 são as mais populares do momento
Apps de rastreio de contágio da COVID 19 são as mais populares do momento

A App Annie, especialista em dados do mercado mobile, lançou um relatório no qual revela que os países onde foram lançadas oficialmente suas apps de rastreio de contágio da COVID-19, têm-nas a liderar a lista de downloads desde a respetiva estreia, nas categorias saúde, fitness e medicina.

Segundo os dados agora conhecidos, houve uma grande adesão e interesse da população em participar nas medidas lançadas ao nível Governamental para travar a evolução do vírus. Também neste relatório percebemos que houve um aumento de 20% no tempo que passamos ao telemóvel desde abril. Agora, as pessoas passam uma média de 4 horas e 20 minutos no smartphone, tornando-se uma oportunidade para uma série de aplicações.

O estudo revela um grande interesse e adoção das apps oficiais do governo em países como Japão, Alemanha, Itália, Austrália, França, Índia, Singapura, Coreia do Sul e Áustria. No Japão e França, os países que adotaram a app há poucos dias, não só esta lidera as suas categorias (médicas e Health & Fitness) como o total da loja de apps, à data de 23 de junho. Apenas a Coreia do Sul, por ter a app há quase quatro meses, já está a perder algum interesse. Já a Índia, com quase três meses, ainda mantém a sua app em primeiro lugar na sua categoria e a meio da tabela no geral.

Do outro lado da balança estão os Estados Unidos que não têm uma app oficial centralizada ao nível nacional. Cada estado está a produzir a sua solução adaptada à população mais local, mas segundo a App Annie os americanos estão pouco interessados neste tipo e app de rastreio.

Em Portugal ainda não há data para a disponibilização da app STAYAWAY COVID, que tudo indica que será a aplicação oficial de rastreamento de contactos em Portugal. A aplicação STAYAWAY COVID está a ser desenvolvida a pedido da FCT e com a parceria do ISUP – Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, e duas startups spinoff do INESC TEC, a keyruptive e a UBIrider.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Deixe uma resposta