Após rato-gabirú ser encontrado dentro de enfermaria ao lado de pacientes, Saúde emite nota em CG

Um registro feito por um familiar de paciente dentro de uma das enfermarias do Hospital Municipal Pedro I chocou a comunidade de Campina Grande nesta quinta-feira (14).

No vídeo, é possível ver um rato-gabirú de aproximadamente 2kg dividindo espaço com as camas dos pacientes internados na unidade de saúde.
Após a divulgação das imagens, a Secretaria de Saúde do município emitiu uma nota confirmando que a dedetização do local está em dia.

Os documentos comprovam que higienização do local está sendo feita de forma periódica. Mesmo assim, com o aparecimento do animal, a direção do Pedro I também determinou a instalação de telas em todos os acessos de água e esgotos do prédio.

VEJA NOTA DA SECRETARIA DE SAÚDE:

”A Secretaria de Saúde de Campina Grande informa que vem realizando rotineiramente trabalho de dedetização, borrifação de inseticidas e larvicidas e intervenções estruturais com o objetivo de evitar a circulação de roedores, animais peçonhentos, artrópodes e outros bichos no Complexo Hospitalar Municipal Pedro I.

A dedetização mais recente foi realizada há pouco mais de um mês, por uma empresa especializada no serviço, contratada para esta finalidade, e o período de validade é de até seis meses. Contudo, a unidade hospitalar realiza dedetização periodicamente com as próprias equipes de Vigilância Ambiental, que desenvolvem o controle de pragas urbanas.

Recentemente, foram feitas intervenções na estrutura com a colocação de telas na rede pluvial e limpeza de todas as galerias do saneamento. A direção da unidade assevera que há um rigoroso controle do padrão de higienização adotado nas enfermarias, tal qual foi aplicado no combate à pandemia da covid-19 no hospital.

O Complexo Hospitalar Municipal Pedro I, que tem um prédio principal com quase 100 anos de construção, vem passando também por melhorias e reformas na sua estrutura, o que pode ter acarretado o aparecimento de um caso isolado de roedor. Em breve, o hospital vai inaugurar um novo centro cirúrgico com cinco salas de cirurgias eletivas.

Além disso, as ocorrências de chuvas permanentes nos últimos dias promovem, de acordo com a Vigilância Ambiental, o aparecimento de bichos dessa natureza, uma vez que eles saem dos seus abrigos em razão da água. A Vigilância Ambiental alerta, inclusive, a população para estar mais atenta ao surgimento de ratos, baratas, escorpiões e artrópodes nas ruas e nas casas.”

Codecom