Após polêmica em Encontro com Fátima Bernardes, Kéfera desabafa e diz ter sofrido ameaças de estupro

0
131
Kéfera (Foto: Reprodução)

Após participar de Programa Encontro com Fátima Bernardes, se envolver em polêmica envolvendo tweetes antigos, Kéfera diz  já ter sofrido ameaças de estupro e linchamento.

+Bruna Marquezine aparece prestigiando show de Anavitória e fãs começaram a apoiar novo relacionamento da atriz

Ao tratar do tema, à jornalista Patrícia Kogut comentou sobre feminismo dizendo: “No geral, as pessoas são cruéis. Quando uma mulher resolve usar sua voz, rola uma indignação por parte do público. Gera um enorme incômodo. Mas as revoluções não acontecem em silêncio. Sempre existem umas interpretações equivocadas. As pessoas não entendem que a expressão ‘lugar de fala’ não é lugar de silenciar. É de discutir junto”.

+Luísa Sonza se emociona e revela detalhe sobre o marido Whindersson Nunes

Kéfera aproveito para relatar um caso que aconteceu com a mesma. “Sofri ameaças de estupro e de linchamento. Já estou em contato com um advogado para tomar algum tipo de providência. Mas, apesar disso tudo, teve muita mensagem legal, de pessoas me agradecendo pelo debate”, desabafou a Youtuber.

+Sabrina Sato expõe rosto de filha e questiona seguidores sobre a aparência de Zoe. Afinal, parece com quem?

 

Kéfera (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)
Kéfera (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)

LEIA MAIS SOBRE A PÔLEMICA ENVOLVENDO A YOUTUBER 

A atriz e youtuber Kéfera Buchmann viu seu nome envolvido em mais uma polêmica após protagonizar uma discussão ao vivo durante o Encontro com Fátima Bernardes.

Acontece que Kéfera agora está sendo perseguida por conta de tweets antigos. “Ué Kéfera, mas o feminismo não fala que a mulher pode usar o que quiser?”, questionou uma seguidora ao publicar um tweet antigo da atriz.

“Estou com nojo do povinho que conheço daqui de Curitiba. Um bando de vagabundinha de vestido curto e uns marombas com bebida”, escreveu ela em sua rede social em postagem de 2011.

Após a enxurrada de críticas, Kéfera decidiu se manifestar: “Esse tweet é de oito anos atrás, pessoas mudam. Fiz até um vídeo falando sobre isso, o tanto de merda que eu já falei antes de conhecer e estudar sobre o movimento”, afirmou.

“Alguns tweets são meus, não vou negar. Falava e pensava muita merda, e quem não? Agora tem várias montagens e fake news rolando por aí”.

“Pego vídeos antigos do meu canal e faço reações de algo que falei há cinco anos, por exemplo. Mostro o ponto de vista antigo e o atual. Uma forma de ver a gente evoluindo. Claro que há situações que gostaríamos de viver de novo por causa das risadas, bons momentos, mas não queria voltar no tempo para mudar nada, porque assim não me tornaria o que sou hoje”, avaliou.