Após chiar, Lucca se diz satisfeito e promete buscar espaço com respeito

Lucca foi mal na primeira oportunidade que recebeu no retorno ao Corinthians (foto: divulgação/Florida Cup)

Após passar uma temporada emprestado para a Ponte Preta e ser considerado moeda de troca pela diretoria do Corinthians, o atacante Lucca voltou a defender o clube paulista no sábado, em Orlando. Ele foi um dos 12 reservas que entraram no segundo tempo da partida contra o Rangers, da Escócia, e amargaram uma goleada por 4 a 2, de virada.

Com a voz mansa ao final da partida, Lucca corrigiu o discurso de que não estava feliz no Corinthians. O jogador esperava ter sido aproveitado pelo técnico Fábio Carille já no empate por 1 a 1 (com vitória por 5 a 4 nos pênaltis) com o PSV Eindhoven, no primeiro compromisso da Copa Flórida, e não gostou de ser considerado descartável pela diretoria há até pouco tempo.

?Quero permanecer. Já conversamos. Estou satisfeito e vou buscar o meu espaço com respeito por todo o mundo?, disse Lucca, afirmando estar em sintonia com o seu comandante. ?Tive uma conversa franca com o Carille, olho no olho. Ele me deu total confiança. Vamos seguir em frente com respeito por todo o mundo?, repetiu.

A primeira impressão do atacante em ação, no entanto, não foi positiva. Lucca e os demais reservas do Corinthians foram muito mal diante do Rangers. ?Apesar de serem os meus primeiros minutos no ano, pude me movimentar bem?, argumentou. ?Infelizmente, não conseguimos manter o padrão da primeira etapa. O Ranger foi superior, mas todo o mundo tentou?, concluiu.

O primeiro jogo oficial do Corinthians em 2018 será justamente contra o ex-clube de Lucca, rebaixado no Campeonato Brasileiro. Na noite de quarta-feira, o time da capital estreará no Campeonato Paulista diante da Ponte Preta, no Pacaembu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *