Após 15 anos de Real Madrid, Marcelo se despede do clube: ”deixei um legado”

O lateral Marcelo se despediu oficialmente do Real Madrid nesta segunda-feira (13), durante um evento promovido por Florentino Pérez, presidente do clube, no estádio Santiago Bernabeu, em Madrid. Durante a coletiva de imprensa, o brasileiro se emocionou e disse que estava satisfeito com a história construída na equipe madrilenha.

”Hoje é o dia mais feliz desde que cheguei ao Real. Porque estou saindo e percebo que deixei um legado. Meus companheiros não me veem como Marcelo que faz pouco, mas como uma grande pessoa. O mais difícil é dizer adeus. Vestir esta camisa é a coisa mais linda. O futuro não me assusta porque a história já está escrita”, disse.

Com 25 título conquistados, Marcelo é o brasileiro mais vitorioso da história do Real Madrid. Ele chegou ao clube com apenas de 18 anos de idade, vindo do Fluminense, em 2007.

A despedida oficial foi conduzida por Florentino Pérez, que fez questão de relembrar a trajetória do lateral esquerdo desde a sua chegada.

”Você realizou todos os sonhos. Ganhou absolutamente tudo, um total de 25 títulos. É sem dúvidas um dos melhores defensores da história do futebol mundial. O Real Madrid é e sempre será a sua casa.”, declarou o presidente do clube madridista.

Quando perguntado sobre as comparações feitas com o ex-jogador Roberto Carlos, Marcelo disse que ”não há outro como Roberto” e preferiu evitar as comparações. Em seguida, ele afirmou que Roberto Carlos “é o melhor da história”.

Apesar de ter perdido espaço no time titular durante as últimas temporadas, o brasileiro disse que também auxiliava o time fora dos gramados.

”Eu falei com os treinadores e disse que queria jogar, mas os treinadores que decidem. Eu pude falar com eles, sentia que podia jogar mais, mas cada um tem sua filosofia. Nesta temporada eu entendi outra coisa, que o protagonismo não está em campo, mas em todos. Fui egoísta falando com Zidane e Ancelotti, mas entendi que poderia ajudar de outras maneiras”, disse Marcelo.

Mesmo admitindo que gostaria de permanecer na equipe de Madrid por mais tempo, Marcelo garantiu que está saindo sem deixar mágoas.

”Não há nenhum problema sair do Real Madrid, a vida não acaba aqui. Sempre vou apoiar o Real, e todos decidimos sair bem, pela porta da frente, olhando na cara de todos. Não queria seguir um ou dois anos mais por pena”, declarou o jogador de 34 anos.

Texto Daniel Vidal

Equipe Blog do Márcio Rangel