Android 12 é oficial: o maior redesign do Android até hoje

0
103

No Google IO 2021, a gigante da tecnologia anunciou a nova versão do sistema operativo móvel, o Android 12, onde o grande destaque é todo um novo design da interface. No entanto, como costuma acontecer nesta altura do evento para programadores da empresa, a versão final não está já pronta, sendo que é esperado que no no final da primavera ou início do inverno é que seja disponibilizada para download.

Nesta fase, é disponibilizado uma a versão beta do Android 12, estando disponível para quem tiver um smartphone Pixel 3 ou mais recente, mas também para outros equipamentos, como o Xiaomi Mi 11, Nokia X20, entre outros, sendo que pode ver a lista completa mais me baixo, neste artigo.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

Portanto, já sabemos que a nova versão do Android deverá ser disponibilizado mais ou menos quando for lançada o novo smartphone Pixel, sendo que a disponibilização para os consumidores deverá ser o habitue do Android, isto é, os smartphones Pixel deverão receber logo, bem como alguns smartphones topo de gama também deverão receber passado pouco tempo. De resto, vai depender das operadoras e esperamos que seja rápido.

Se não quiser esperar, segue a lista de equipamentos compatíveis com a versão Beta do Android 12, sendo de relembrar que se quiser experimentar, poderá verificar algumas situações limitativas, devido a ser uma versão Beta:

  • Pixel 3 to Pixel 5 (XL e A incluídos)
  • Oppo Find X3 Pro
  • Nokia X20
  • OnePlus 9 / 9 Pro
  • Xiaomi Mi 11 / 11 Ultra
  • Xiaomi Mi 11i*/ 11X Pro
  • ZTE Axon 30 Ultra (Apenas na China)
  • TCL 20 Pro 5G
  • Asus Zenfone 8
  • Realme GT
  • iQOO 7 Legend

Listamos todos os recursos oficiais do Android 12 que foram apresentados no Google IO até agora e atualizaremos este artigo quando mais surgirem – e continuaremos a atualizá-lo conforme o Android 12 for lançado nos telefones.

Atualização da Interface no Android 12

O Google anunciou uma nova linguagem de Material Design para o Android 12, chamada Material You, que é um repensar de toda a IU em todo o sistema operacional. A beta atual traz botões mais arredondados, cores mais variadas, movimentos e animações mais suaves e muito mais.

A empresa chama isso de extração de cores, onde você pode escolher um papel de parede e o sistema aplicará automaticamente as cores dominantes, complementares e de melhor aparência ao resto da IU, incluindo a sombra de notificação, a tela de bloqueio e os controles de volume. Basicamente, o próprio smartphone irá adaptar-se à imagem de fundo que o utilizador escolher.

Então tudo está muito mais unificado desta vez, algo que o Google fez questão de destacar. Antes, o esquema de cores e até mesmo as fontes poderiam não er compatíveis, mas aqui tudo foi redesenhado para parecer o mais unificado possível no Android 12. Este tema personalizável também chegará aos aplicativos da web do Google no final do ano.

O painel de configurações rápidas também foi reformulado, com o Google Pay e outros comandos de SmartHome adicionados.

Android 12: privacidade e segurança

Este ano, o Google fez questão de garantir que a privacidade está no centro do Android 12, sendo que em vários aspetos pretende seguir as pisadas recentes da Apple, com o iOS 14.5 e a sua nova política de privacidade.

O Android Private Compute Core é o mecanismo por trás dos recursos de privacidade do Android 12, garantindo que as aplicações e o telefone sigam as configurações de privacidade que o utilizador permite.

Para começar, o novo painel de privacidade oferece uma visão geral de que áreas as suas aplicações estão a usar, como a localização, câmara, contactos, entre outros. Esta visualização será feita através de um gráfico, que permitirá perceber se, por exemplo, quase todas as suas aplicações utilizaram a câmara nas últimas 24 horas.

A central de notificações também possui um acesso rápido para desativar quaisquer recursos do telefone que um aplicativo esteja a usar e que o utilizador ache que não é necessário. Por exemplo, se o Facebook está a usar o microfone enquanto está noutra aplicação, esta nova área da central de notificações mostrará explicitamente que o Facebook está a usar o microfone, sendo possível desativar apenas com um clique, se quiser.

Noutras situações, o Android 12 também permitirá que o utilizador apenas forneça a sua localização aproximada. Por exemplo, uma aplicação de meteorologia, não precisa de saber a sua exata localização.

E com recursos como Live Caption, Now Playing e Smart Reply, todo o processamento de áudio e tradução acontece no seu dispositivo, para que os dados não sejam enviados para outro lugar. Também há pastas bloqueadas, disponíveis em aplicativos, que permitem bloquear uma pasta específica com uma impressão digital.

E há a capacidade de desbloquear um Chromebook usando o seu telefone. Semelhante ao recurso de desbloqueio do Apple Watch para um Apple Mac, será uma questão de ter o seu smartphone Android 12 próximo a um Chromebook, e o computador será desbloqueado.

Finalmente, ao usar um aplicativo como a câmara, haverá uma dica sutil na interface do usuário de que certos recursos da câmara estão sendo usados, semelhante ao que mostra no iOS 14 da Apple.

Outros novidades do Android 12

Quando pressionado, o botão liga/desliga agora abre o Google Assistente, um método muito mais fácil de chamar o Google Assistant e não necessitando de um botão próprio, como alguns equipamentos o fazem.

Um novo comando integrado agora também é padrão no Android 12, o que permite controlar a sua televisão, que tenha Android TV, ou um Chromecast com o seu smartphone.

Além disso, um novo recurso chamado Car Key irá oferecer uma nova integração com automóveis. Nos carros compatíveis, poderá abrir a porta através do seu smartphone, fechar o carro e até iniciar a ignição do motor, tudo através do equipamento móvel. Para isso é usada a tecnologia UWB (banda ultralarga), o que significa que pode caminhar até ao carro e ele será desbloqueado, sem precisar tirar o telefone.

Também poderá partilhar o acesso digital ao seu veículo com outras pessoas – permitindo-lhe emprestar o seu carro a um amigo sem lhe dar uma chave física e permitindo-lhe o acesso por um período de tempo, algo que já é possível fazer nos automóveis Tesla, por exemplo.

Numa indireta à Apple e também a alguns reguladores europeus, a Google também anuncia um maior suporte a lojas de aplicações de terceiros, sendo que ainda falta perceber como é que isso acontecerá.

O gestor de passwords do Google também está a ser redesenhado, com uma integração de plataforma cruzada em seus aplicativos e dispositivos do Google. Em termos de modos de foto, ganhou suporte a um novo formato – AVIF, que promete compressão semelhante ao JPEG, mas com melhor qualidade.

O Android 12 também promete tornar o seu equipamento mais rápido e responsivo. O Google afirma que reduz o tempo de CPU necessário para os serviços principais do sistema em até 22% e reduz o uso de grandes núcleos pelo servidor do sistema em até 15%, o que também deve significar uma maior vida útil da bateria.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões