Análise do teclado mecânico, Matrics Predator, o topo de gama da Matrics

0
152
Análise do teclado mecânico, Matrics Predator, o topo de gama da Matrics
Análise do teclado mecânico, Matrics Predator, o topo de gama da Matrics

Quando falamos no segmento «gaming», falamos principalmente em componentes internos do computador, mas também nos seus periféricos. Assim sendo, trazemos o recém lançado, «Predator», um teclado mecânico de extrema qualidade de uma marca portuguesa, a Matrics.

 A Matrics é uma marca portuguesa, sendo que o seu design é criado em Portugal, lançada durante o Moche XL eSports e que pretende oferecer os melhores produtos para os gamers. Hoje analisamos o primeiro produto da marca, de vários que recebemos para teste, o teclado Matrics Predator.

Design do Matrics Predator

O teclado, em particular, tem um aspeto bastante moderno, equiparando-se à intensa procura do mercado. A nível de design, usa aquilo que, para mim, transforma a simplicidade em beleza e utilidade. As teclas são saliências num corpo liso dobrado na frente e inclinado na traseira.

Mas porquê utilidade? O problema de todo e qualquer jogador são os resíduos acumulados perto das teclas, que em teclados cujo corpo incluí as teclas (dentro do teclado), encravam ou estragam. Pelo contrário, neste teclado, a forte saliência das teclas (como se flutuassem) facilita a limpeza do teclado e de suas teclas.

Qualidade de construção do teclado

Quando falamos em qualidade de construção, o Matrics Predator, tem na minha opinião um grau elevado de construção. O nível de preços não permite certamente equiparar-se a teclados como o Asus ROG Claymore Cherry MX Brown, no entanto, não deixa a desejar de todo.

O material tem um acabamento cuidado sem falhas mesmo na traseira das teclas, bastante suave ao toque. Além disso, os switches Cherry MX Blue, são uma das tecnologias utilizadas no mercado, no entanto, não são os mais silenciosos como os switches Cherry MX Red, mas um dos que transmitem maior feedback, o que para mim é melhor. Todos sabem quando adquirem um teclado mecânico que este gera algum ruído, mesmo aos teclados mais silenciosos.

Sistema de retro-iluminação do teclado

Com grande pena, afirmo que o Matrics Predator não tem iluminação RGB, mas uma iluminação LED predefinida. Não que faça falta, mas teclados com retro-iluminação RGB oferecem uma maior liberdade de escolha e personalização do que este tipo de teclados. Quem sabe se no futuro teremos um aplicativo/software que controle os efeitos deste teclado!?

Temo que não irá ser esse o rumo deste teclado, uma vez que as cores LED devem ser também elas predefinidas em cada uma das linhas. Contudo, o teclado, mesmo sem a necessidade de software, permite que regule entre 13 modos de iluminação LED, bastante interessantes por sinal.

Performance do Matrics Predator

O funcionamento do teclado corresponde ao esperado para o teclado deste preço. O uso em regime de jogo, exigiu alguma adptação, nada de preocupante (mas nada que não se resolva). Aquando do uso em escrita intensiva, não desiludiu, aliás surpreendeu bastante pela acertividade mesmo quando pressionamos mais de uma tecla em simultâneo.

Quando apliquei alguma força lateral nas teclas, os caractéres foram introduzidos, demonstrando o funcionamento do N-Key Roll Over, assim como, o sistema de Anti-ghost funciona a 100%, garantindo que quando pressionei mais do que uma tecla em simultâneo, o teclado manteve o mesmo ritmo/desempenho como se tivesse a pressionar apenas uma tecla.

A incorporação do switch, tipo Cherry MX Blue no teclado, foi a decisão mais acertada para as teclas flutuantes, conferindo-lhe, assim algum interesse uma vez que completa o “click-onde precisão pretendido. Existem outras alternativas em que é menos percétivel o ruído como o switch, tipo Cherry MX Brown, no entanto, pessoalmente a tecla transmite-me um feedback maior de uso, emitindo um keystroke mais audível. Outras switches mais lineares e mais silenciosas não transmitem, na minha opinião, esta sensação.

Cabe a cada cliente/utilizador escolher o que melhor se adapta ao seu estilo de uso e, acima de tudo, gosto. O switch Cherry MX Blue garante, de acordo com a Matrics, uma vida útil de mais de 50 milhões de toques, assegurando uma performance melhorada em 30%. Durante o calor da batalha, o teclado tem uma tecla de bloqueio do Windows (Windows Key-Lock) para impedir o Windows de afetar a sua experiência de jogo erradamente.

Qualidade/preço do teclado mecânico

O «Matrics Predator» encontra-se no mercado com um preço anunciado de €79,99. Contudo, pode aproveitar a oportunidade de o adquirir neste momento na PCDIGA por um preço promocional de €52,90.

Quando comparado com os teclado mecânicos HyperX Alloy FPS US Cherry MX Brown, Ozone Strike Battle PT Cherry MX Brown e G.SKILL Ripjaws KM570 MX PT Cherry MX Red que se encontram no mesmo nível de preços, o Matrics Predator Cherry MX Blue apresenta características em tudo semelhantes e uma excelente aquisição, agora principalmente, durante o período promocional.

O nível de qualidade/preço caminha mais além quando vemos teclados pelo triplo do preço com especificações, em tudo semelhantes. “Gaming for All”, o slogan citado pela marca que condiz com os preços praticados, não só neste produto, como em outros.

Veredito

A proposta deste teclado, encontra-se voltado para um tipo de público mais particular, os jogadores, passando por diversos outros nichos do mercado dos videojogos. A suavidade ao toque, em conjunto com a precisão e o ruído gerado pelo keystroke, fazem deste teclado o sonho de qualquer jogador que goste de “absorver” a imersividade que um teclado pode gerar durante uma partida RPG, MMO e FPS.

Tendo em conta, claro que depende de jogador para jogador. O único aspeto negativo, é a iluminação LED não ter a tecnologia RGB, que serviria para personalizar o teclado com uma cor única. Por outro lado, o ligeiro ruído gerado pela fonte de alimentação interna do teclado 😉 A concorrência, com preço idêntico, apresenta problemas semelhantes, pelo menos, no que toca a iluminação. Logo, neste sentido, a Matrics não fica atrás de nenhuma outra marca.

Veja também…

Deixe uma resposta