Alunos da Rede Estadual disputam final da Olimpíada de História em São Paulo

0
35

Três estudantes da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Dr. Carlos Duarte, em Uiraúna, Sertão da Paraíba, vão disputar, nos dias 17 e 18 de agosto, a fase final da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). A final acontecerá na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em São Paulo. A equipe, formada por três estudantes do Ensino Médio – Maria Letícia Vieira, Mércia Tamires Silva, Maciano de Oliveira – e o professor de História, Reginaldo Carlos de Melo, vai embarcar nesta sexta-feira (16).

Na Paraíba 74 equipes participaram da Olimpíada, entre escolas públicas, privadas e Institutos Federais. Além da Escola Estadual, outras sete equipes da Paraíba vão disputar a final. Este ano a Olimpíada teve 73 mil inscritos em todo o Brasil. Das 18.500 equipes iniciais, 314 vão a Campinas, dessas apenas 75 ganham medalha: são 15 de ouro, 25 de prata e 35 de bronze.

A Olimpíada teve início em maio e finaliza com uma fase presencial, em que os finalistas comparecem à Universidade Estadual de Campinas, realizam uma prova dissertativa e aguardam o resultado e entrega de medalhas no dia seguinte. Nesta oportunidade, conhecem e confraternizam com estudantes e professores de História de todos os estados do Brasil.

Foram dois meses se preparando para alcançar a final, segundo o professor Reginaldo Carlos de Melo: “Tivemos encontros semanais no contraturno das aulas, fazendo as provas passadas e estudando história e redação. Apesar de saber que estarão presentes os melhores estudantes de História do país, estamos prontos e acredito que temos chance de conseguir medalhas”, falou.

Fases – A ONHB teve seis fases online, com duração de uma semana cada, compostas por questões e tarefas diversas. As respostas foram enviadas exclusivamente pelo site e obtidas pelos participantes por meio do debate com os colegas de equipe e a pesquisa em livros, internet e a orientação dos professores. Cada questão tinha 4 alternativas, e mais de uma alternativa pode estar correta, cabendo às equipes selecionar a alternativa que considera a mais adequada em resposta à questão. A Olimpíada também mobiliza temas interdisciplinares (geografia, literatura, arqueologia, urbanismo, atualidades) e tem um impacto muito positivo na leitura, compreensão e escrita dos estudantes participantes.

Expectativa – Para a estudante Letícia Vieira será uma grande experiência. “Nós estamos bem entusiasmados, nosso objetivo desde o começo foi se divertir, a matéria de História é um hobby para mim, estamos aí para trocar vivências com estudantes de outros estados, conhecer a Unicamp e os organizadores. É um prazer para gente da Escola Estadual ter passado por todas as fases da ONHB”, disse.

O aluno Maciano de Oliveira ficou feliz e surpreso pela classificação na final. “Minha expectativa é boa, apesar de a equipe estar competindo com as melhores do país, acho que vamos nos sair bem. Fiquei sem acreditar que de fato aquilo estava acontecendo, a cada fase que nós passávamos era uma felicidade enorme, porque estávamos cada vez mais perto da final. Ser parte da única equipe finalista da Rede Estadual é muito importante para mim, pois mostra que a educação pública nos dá a possibilidade de grandes conhecimentos e experiências”, contou.

Olimpíada – A ONHB é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), desenvolvido pelo Departamento de História por meio da participação de docentes, alunos de pós-graduação e de graduação, com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações.