Agora é mais difícil para as App´s Android o rastreio após um ´opt-out´

0
3138

Os utilizadores há muito que podem optar por não receber anúncios personalizados no Android (poderá fazer isso acedendo à opção Configurações, no menu do Google e selecionando “Anúncios”), mas parece que isso não impede que os ´developers´ possam aceder ao ID de publicidade do seu dispositivo por completo.

O AdExchanger relata que as aplicações foram capazes de usar o identificador para fins não publicitários, como análise e prevenção de fraude, e a página de suporte do Google informa que irá anunciar uma “solução alternativa” para esses casos de uso no próximo mês.

A página de suporte do Google informa que a implementação da nova política acontecerá em fases. Dispositivos Android 12 serão iniciados com esta mudança no “final de 2021”, antes de ser implementado em todos os dispositivos com o Google Play no início do próximo ano. ´Developers´ XDA relatam que o Google Play Services também notificará as aplicações existentes com acesso ao seu ID de publicidade e dados relacionados, para que isso possa ser excluído quando apropriado.

Você que ama tudo sobre celular e sempre quis saber como consertar o seu próprio aparelho, vai descobrir agora,e sem sair de casa! Ficou interessado? Então clique no link abaixo e saiba mais.

Assim, vai ficar mais difícil para os aplicativos Android rastrear os utilizadores que optaram por não receber anúncios personalizados, segundo relatórios do Financial Times, depois que o Google anunciou mudanças em como lidará com os identificadores exclusivos de dispositivos que permitem que os profissionais de marketing os rastreiem por entre as aplicações. A partir do final deste ano, o Google está a cortar o acesso a esses “IDs de publicidade” depois que um utilizador os desativa, e irá mostrar aos ´developers´ uma “seqüência de zeros” no seu lugar.

A notícia foi anunciada num e-mail para ´developers´ da Play Store, e a Google também atualizou a sua página de suporte para ´ID´s na Publicidade com anúncios´. A Google disse aos ´developers´ que as mudanças irão “fornecer aos utilizadores um maior controle sobre os seus dados, e ajudam a reforçar a segurança e a privacidade ”, relata o Financial Times.

A mudança ocorre poucos meses depois que a Apple reformulou a forma como os IDs de publicidade funcionam no iOS numa aparente tentativa de competir com a nova política, e nessa sequência, e recentemente, a Google também anunciou que está a adicionar informações de privacidade às listagens da Play Store, espelhando um recurso semelhante que a Apple adicionou à sua App Store no ano passado, que também está a limitar quais as aplicações que poderão ´ver´ o que instalámos no telefone.

Embora o anúncio da Google venha logo após as mudanças no rastreamento de anúncios da própria Apple, ainda não está claro quão semelhantes as duas abordagens serão. A página de suporte da Google ainda se refere à decisão de interromper o rastreamento de anúncios como um processo de “opt-out”, enquanto as alterações da Apple efetivamente rastreiam uma decisão de opt-in. Mas independentemente de como a Google eventualmente lida com o processo, esta é outra mudança potencialmente grande para a indústria de publicidade digital.

Fonte: The Verge

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões