Aeroportos de Campina Grande e João Pessoa serão reformados por empresa administradora

A empresa Aena Brasil, responsável pela administração do Aeroporto Internacional de João Pessoa e do Aeroporto de Campina Grande, anunciou reformas nos dois espaços. As obras devem ser concluídas em 2023, conforme cronograma divulgado.

No Aeroporto Internacional de João Pessoa – Presidente Castro Pinto, as novidades começam pela ampliação do terminal de passageiros, cuja área será aumentada em cerca de 40% – passando de 8,8 mil metros quadrados para 12,5 mil metros quadrados.

Com a expansão dos ambientes operacionais, os passageiros terão mais espaço nos locais de embarque e desembarque, que ficarão com o dobro do tamanho atual; haverá incremento no número de totens de autocheck-in e balcões de imigração; com destaque para o canal de inspeção de segurança.

No lado ar, a principal melhoria será o aumento do número de pontos de embarque, que vão de cinco para oito, sendo dois deles com pontes de contato móveis (fingers), que não existiam no terminal. O pátio de aeronaves será ampliado em mais de 11 mil metros quadrados, e as pistas de táxi e de pouso e decolagem terão melhoras significativas de segurança operacional.

Com quase 2,7 mil metros quadrados, o Aeroporto de Campina Grande – Presidente João Suassuna vai ter 1,3 mil metros quadrados reformados, além da construção de mais 605 metros quadrados. Depois das obras, o terminal de passageiros fica com uma área total de 3,3 mil metros quadrados. Essas mudanças vão permitir a ampliação dos ambientes operacionais.

No lado ar, será construído um novo pátio de aeronaves. Desta forma, o Aeroporto de Campina Grande vai contar com dois pátios, com praticamente as mesmas dimensões. Depois das obras estruturais, o espaço existente atualmente, com 11,2 mil metros quadrados, será utilizado para a aviação geral (jatinhos, aeronaves privadas, táxi aéreo, por exemplo). O novo pátio, com 11,1 mil metros quadrados, atenderá à aviação comercial (voos regulares das companhias aéreas).

Fonte: g1 Paraíba

Foto:Leonardo Silva/Jornal da Paraíba