4 dicas (e um bônus) para não ser vítima de fraudes de cartão de crédito

0
103

Com certeza você já ouviu alguma história de alguém que foi vítima de fraude ou golpe relacionados ao cartão de crédito. Com o avanço da tecnologia, esquemas para conseguir os dados das vítimas e fazer compras em seu nome têm se tornado cada vez mais comuns, mas eles podem ser evitados. Confira quatro dicas para não cair em nenhum desses golpes.

1 – Jamais informe o CVV de seu cartão a terceiros

O Código de Segurança do cartão é um número de três dígitos que costuma ficar na parte detrás do objeto. Em qualquer compra feita pela internet o CVV será solicitado, por isso nunca informe esses preciosos números a terceiros, nem por ligação nem por mensagem. Vale lembrar que empresas sérias não solicitam essa informação do cliente.

2 – “Desconfie” dos estabelecimentos

Sempre que for passar o cartão em uma maquininha, confira qualquer movimento suspeito, como pessoas anotando dados ou fotografando o objeto. Quando for digitar a senha, tente fazer isso com a maior discrição possível, impossibilitando que outros vejam os números.

3 – Nunca compre em sites que não são seguros

Antes de fazer qualquer compra na internet, confira a reputação da empresa no Reclame Aqui, pergunte a amigos e conhecidos se já tiveram alguma experiência com ela e cheque se o site começa com “https://”. Dessa maneira você evita informar seus dados para pessoas mal-intencionadas que criam lojas falsas na internet.

4 – Cheque antes de clicar em links, e-mails e mensagens

Caso você receba qualquer link via mensagem de texto, e-mail ou outro meio, não clique nele de primeira. Antes de mais nada, fale com quem te enviou (se for conhecido) ou cheque com a empresa se ele é verdadeiro. Alguns links podem contar softwares capazes de roubar informações da vítima.

Dica Bônus: fique de olho na fatura do cartão

Uma maneira muito simples de garantir que ninguém está utilizando seu cartão de crédito de forma indevida é sempre conferir a fatura do cartão. Fazendo isso todo o mês é possível entrar em contato imediatamente com a instituição financeira caso você detecte alguma compra desconhecida.

Leia mais: O que é código de verificação (CVV) do cartão de crédito? Para que serve?