35% das pessoas com deficiência encaminhadas ao mercado de trabalho pelo Sine-JP são efetivadas

0
106

Do total de pessoas com deficiências (PCD) encaminhadas ao mercado de trabalho pelo Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP) no primeiro semestre deste ano, em média uma a cada dois meses foi efetivada, ou seja, foi contratada pelas empresas, o que representa 35,71% de efetivações das vagas oferecidas.

Uma delas é o auxiliar de escritório Rafael Santos. Ele voltou ao mercado de trabalho dois meses após perder o emprego. Pessoa com deficiência, ele ficou desempregado no início de janeiro e na semana seguinte procurou o Sine-JP e entregou o currículo. Em março foi contratado pela empresa em que trabalha atualmente.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

“Deixei meu currículo no Sine em janeiro e na metade de março me chamaram para fazer a entrevista na atual empresa que trabalho. Fiquei feliz porque esperava que fosse demorar mais, inclusive sou pessoa com deficiência e também fiquei feliz de perceber que pessoas como eu também têm oportunidade no mercado de trabalho”, conta.

De acordo com o coordenador do Sine-JP, Eurípedes Leal, a lei determina que empresas com 100 ou mais funcionários tenham de 2% a 5% de pessoas com deficiência em seu quadro e a maioria se mantém nessa margem. Mas há avanços, pois algumas empresas têm contratado acima da cota exigida pela lei. Das 14 pessoas que foram encaminhadas pelo Sine-JP para uma vaga de emprego no primeiro semestre do ano, cinco foram contratadas.

“Os indicadores estão melhorando e isso se deve também ao trabalho do Sine-JP, pois nós temos buscado as empresas, seja por telefone ou fazendo visitas presenciais para captação de vagas destinadas às pessoas com deficiência e conseguindo colocá-las no mercado de trabalho”, disse o coordenador do Sine-JP.

Balanço – O Sine-JP fechou o primeiro semestre do ano com 3.415 cartas encaminhadas, 1.672 vagas abertas e 642 encaminhamentos efetivados, ou seja, profissionais contratados.