2020: PlayStation 5 teve 4,5 milhões de unidades vendidas

0
84

A japonesa Sony vendeu 4,5 milhões de unidades do PlayStation 5 no ano de 2020, aumentando sua margem de vendas em 40% para a divisão de jogos da empresa. Lançado em novembro do ano passado, o atual aparelho, lançado nos EUA em 12 de novembro, foi o grande responsável pelos números recordes.

De acordo com relatório do último trimestre, o lucro operacional ficou na casa de 359,2 bilhões de ienes, o que corresponde a cerca de US$ 3,4 bilhões (R$ 18,21 bilhões, na conversão direta) entre outubro e dezembro de 2020 – um aumento de 20% em relação ao mesmo período em 2019. As receitas também tiveram alta de 9%, fechando em 2,7 trilhões de ienes (R$ 140 bilhões).

O PlayStation 5 foi o protagonista do sucesso de vendas e faturamento da Sony para o final de 2020. Expectativa é a de que ele siga crescendo no mercado para 2021. Imagem: Mohsen Vaziri / Shutterstock

Graças a isso, a Sony ampliou a expectativa de faturamento do ano fiscal. Até março de 2021, a fabricante japonesa espera lucrar 940 bilhões de ienes (R$ 47,88 bilhões) – 34% a mais do que o objetivo anterior. Em vendas, os valores almejados chegam a 8,8 trilhões de ienes (R$ 450 bilhões), aproximadamente 4% de acréscimo em relação à expectativa original divulgada em outubro de 2020.

Com tudo isso, o que fica em alta mesmo é a divisão de jogos da fabricante japonesa: além dos 40% de aumento em vendas, a divisão teve receita de 80,2 bilhões de ienes (R$ 4,09 bilhões) – 50% a mais do que no ano anterior.

Entretanto, a Sony afirmou estar fabricando o PlayStation 5 em prejuízo a fim de manter os preços finais reduzidos, então este número poderia ser maior. Dentro dessas vendas, também se encontram ganhos em produtos de rede e software (as vendas de jogos via PlayStation Network, por exemplo).

PlayStation 5 vs Xbox Series X

A CNBC ressalta o lançamento conjunto entre a Sony e sua concorrente Microsoft, que posicionou o Xbox Series X no mercado mais ou menos na mesma época da chegada do PS5. Embora as estratégias de cada máquina tenham sido diferentes (a Sony apostou em jogos exclusivos, enquanto a Microsoft contou com planos e serviços on-line mais avançados), a emissora norte-americana especula que, no que tange ao volume de vendas, a gigante japonesa deve ser vitoriosa.

Segundo a firma de análise de mercado Omdia, a Sony deve vender 17,8 milhões de unidades do PlayStation 5 até o final de 2021, e 63,9 milhões de unidades do console até 2024. No mesmo período, a firma antecipa que a Microsoft fará “apenas” 12,1 milhões de vendas até o fim deste ano e, em 2024, deve atingir a marca de 41,8 milhões de unidades.

Nos EUA, ambos os consoles estão na média de US$ 500 de preço, enquanto no Brasil os valores praticados são:

  • PlayStation 5 com suporte à mídia física: R$ 4.699,00
  • PlayStation 5 All Digital: R$ 4.199,00
  • Xbox Series X: R$ 4.599,00
  • Xbox Series S: R$ 2.799,00

Ainda não há informações sobre o volume de vendas de ambos os consoles no Brasil.

Fonte: CNBC